Fortaleza (CE)

Salvador (BA)

360 horas

18 meses

Sábados das 8h30 às 18h e domingos das 8h30 às 12h.

• Apresentação

Segundo o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-5) (2014) o TEA, Transtorno do Espectro do Autismo, é marcado por prejuízos na comunicação e interação social (Critério A) e por presença de padrões comportamentais, interesses, atividades restritas e repetitivas (Critério B). Sendo esses sintomas presentes desde o início da infância, prejudicando e limitando o funcionamento diário (Critérios C e D). O diagnóstico deve ser realizado através de múltiplas fontes de informação, incluindo observação direta da criança e entrevistas com pais e cuidadores.  O manual ainda acrescenta que dentre outras características estão a atenção compartilhada prejudicada, dificuldades para gesticular e comprometimento intelectual.

Dessa maneira, vemos que o transtorno é caracterizado pela ausência de repertórios comportamentais como déficits na comunicação e prejuízo no estabelecimento de interações sociais da criança com seu ambiente; como também pela presença de comportamentos motores repetitivos (estereotipias), como balançar as mãos e girar objetos e a repetição de sons sem intenção comunicativa ou a repetição de frases ou palavras descontextualizadas (ecolalia) e presença de padrões fixos como intolerância a mudança e apego excessivo a rotinas.

Além disso, crianças com autismo podem apresentar ainda dificuldades para se colocar no lugar do outro e entender como a outra pessoa se sente em determinada situação, supor o que os outros estão pensando, ser capaz de prever o que vai ocorrer, não gostar de contato físico, andar na ponta dos pés, sentir aversão a barulhos, ter instabilidade de humor, alterações sensoriais, preferencia por brincadeiras relacionadas a empilhar ou enfileirar coisas, dificuldades na motricidade fina, dentre outros.

Sendo assim, são sobre essas características que a equipe multidisciplinar, que pode ser composta por psicólogo, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional, educador físico, médico, pedagogo; dentre outros, vai agir na tentativa de ampliar o repertório comportamental e ensinar habilidades; tais como: imitar, seguir instruções, sentar, manter contato visual, brincar, manter o equilíbrio corporal, reconhecer objetos, tomar banho, usar o toalete, adquirir habilidades sociais e de comunicação, ler e escrever, por exemplo, que facilitarão a aprendizagem, o desenvolvimento e a vida da criança em diferentes aspectos.

Por outro lado, a equipe vai agir também para minimização e substituição de comportamentos problemas, como birra, auto e hétero agressão; muito comuns em pessoas com TEA; por comportamentos adequados. Em alguns casos é necessário tratamento medicamentoso realizado por um psiquiatra ou neuropediatra.

É importante salientar que pais, professores e profissionais da saúde devem estar atentos aos sinais de atraso no desenvolvimento da criança para identificá-los e buscar ajuda profissional especializada o quanto antes, pois mesmo que não haja diagnóstico fechado ainda, a estimulação terapêutica adequada pode e deve ser provida nesses casos.

Diante do exposto, fica evidente a importância da utilização no tratamento de procedimentos que possibilitem a minimização ou superação das dificuldades presentes no repertório de pessoas com autismo, pois, dessa maneira, pode-se contribuir para o ensino de habilidades e comportamentos importantes ao bom desenvolvimento dessas pessoas enquanto seres humanos.

Assim, a pós graduação em Transtorno do Espectro do Autismo visa oferecer importantes contribuições no que concerne a qualificação profissional nas múltiplas áreas do saber, tendo como objetivo máximo o desenvolvimento de habilidades profissionais que contribuam para um atendimento especializado de qualidade e que impacte positiva e diretamente no desenvolvimento, na aprendizagem e na vida dessas crianças e de suas famílias.

Objetivo Geral

Formar do ponto de vista multiprofissional e interdisciplinar, profissionais especializados no Transtorno do Espectro do Autismo.

Objetivos Específicos

Estudar os principais modelos terapêuticos de intervenção aplicados ao TEA;
Capacitar profissionais de múltiplas áreas para o atendimento a criança com TEA;
Estudar as características motoras, sensoriais, de linguagem, cognitiva, neural e comportamental do transtorno;
Contribuir para a formação profissional e o desenvolvimento de protocolos de intervenção eficazes e baseados em experimentação científica;

Público-Alvo

Graduados na área de Educação, Fonoaudiólogos, Terapeutas Ocupacionais, Médicos, Fisioterapeutas, Pedagogos, Psicólogos e licenciados em áreas afins.

Módulos

  • Introdução ao Transtorno do Espectro do Autismo: Aspectos Diagnósticos, Neurobiológicos e Comportamentais;
  • Procedimentos de Avaliação Comportamental;
  • Desenvolvimento da criança com TEA;
  • Ética e bioética;
  • Intervenções Terapêuticas I: Psicomotricidade;
  • Intervenções Terapêuticas II: Comunicação Alternativa;
  • Intervenções Terapêuticas III: Integração Sensorial e as Atividades de Vida de Diária;
  • Intervenções Terapêuticas IV: o Ensino Estruturado e Adaptação Curricular;
  • Intervenções Terapêuticas V: Análise do Comportamento Aplicada (ABA) ao TEA;
  • Intervenções Terapêuticas VI: Procedimentos de Ensino Derivados da Análise do Comportamento Aplicada (ABA);
  • Intervenções Terapêuticas VII: Coleta e Análise de Dados;
  • Intervenções Terapêuticas VIII: Manejo de Comportamentos Problemas;
  • Transtorno do Espectro do Autismo e Nutrição;
  • Transtorno do Espectro do Autismo e Psicofarmacologia;
  • Seminários de Pesquisa e Metodologia Científica.
*O calendário letivo será definido de acordo com a grade publicada, podendo a Contratada promover a alteração de turmas, horários de aula, calendário escolar, agrupamento de classes, bem como outras medidas pedagógicas que por razões de ordem administrativa ou pedagógica se fizerem necessárias, mantidas as restrições legais e contratuais atinentes.

• Processo de Matrícula:

Para realização da matrícula será necessária apresentação dos seguintes documentos na aula magna:

• Contrato assinado em 3 vias;
• Duas fotos 3x4.

Cópias simples de:
• RG e CPF;
• Comprovante de Residência;
• Certidão de Nascimento ou de Casamento;
• Currículo Profissional.

Cópias autenticadas de:
• Diploma ou Declaração de Conclusão da Graduação;
• Histórico Escolar.

• Coordenação:

Responsável Técnica – Profª Esp. Emilia Júlia Ferreira Gama
Coordenador: Jacinto Pereira de Araujo Neto
Psicólogo CRP 15 3274
Tel.: (82) 99937-3775
E-mail de contato: posgraduacao@inclusioncursos.com.br

 

Tenho interesse nesse curso

AUTORIZADO PELO M.E.C.

Esse curso de pós-graduação foi desenvolvido e é oferecido pela Faculdade INESP – Instituto Nacional de Ensino e Pesquisa

Quero fazer esse curso de pós-graduação

Clique no botão abaixo e dê um passo importante na sua carreira